Empreendedorismo e comportamento empreendedor

Empreendedorismo e comportamento empreendedor

Por: Jussara Teixeira Diniz Costa

Depois de uma semana de trabalho em contato com empreendedores de pequenos negócios e futuros empreendedores, não posso deixar de refletir como nós brasileiros somos criativos e persistentes.

Os que ouvi, apesar das dificuldades, estão em busca de inovações, de soluções, de aprender a aprender.

Os que querem empreender estão trazendo propostas inovadoras, criativas, buscando inclusive qualidade de vida no meio do caos.

Por exemplo, quem pensaria em exportar taioba para os EUA? Quem pensaria numa empresa de serviços e apoio à definição do fluxo de documentos contábeis para melhorar a produtividade do setor contábil de grandes empresas? Quem pensaria em ser um “personal” prestador de serviços para cuidar do seu carro? Busca para lavar, entrega, verifica a manutenção e funcionamento, e você só tem que entrar nele e dirigir despreocupadamente.

E sobre a crise do Brasil?

Elas pensam que tudo pode ser uma oportunidade; que é preciso ter propósito e perseverança, coragem e esperança; metas, conhecer suas competências. Não basta vislumbrar oportunidade. É preciso ter iniciativa. CONHECER-SE.

Cada vez que me disponho a conhecer-me, mais sei o que quero. Mais sei o que procuro, mais sei o que posso entregar.

E quanto mais entrego, mais recebo.

Quer ter resultado como empreendedor? Comece conhecendo suas competências.

CONHEÇAO TRABALHO DE JUSSARA TEIXEIRA DINIZ COSTA

Agência Prática
fabio@agenciapratica.com.br