Você quantos por cento protagonista e quantos por cento vítima?

Você quantos por cento protagonista e quantos por cento vítima?

 

Rafael Gonzaga – Coach – 98779 7080

Saber se você é mais protagonista do que vítima é um questionamento fundamental para se determinar os resultados que cada um é capaz de atingir. A postura de protagonista exige a crença de que não somos vítimas do que nos acontece e de que temos grande responsabilidade sobre o que temos, somos e conquistamos.

Para atuar como protagonista, é preciso deixar de atribuir culpa a agentes externos como a interpretação que fazemos do passado, a família, falta de dinheiro, o mercado de trabalho, os colegas de trabalho, o chefe, etc. Listar os prejuízos que as queixas causam em nossa energia vital faz parte da estratégia para escolhermos que postura adotar.

Quem não tem o costume de se questionar se o que está pensando lhe fortalece ou enfraquece, ou seja, se produz potência ou não, acaba refém de estados de espírito indesejados. É claro que não dá para questionar os cerca de 20 mil pensamentos que temos por dia, mas é possível controlar sentimentos que, por sua vez, determinam os pensamentos.

As vítimas que conheci não compreendiam porque o mundo não as obedecia e estavam acostumadas a viver no futuro, apoiadas pelo dilema do “quando/então”: “Quando estiver no peso ideal, vou à praia”; “Quando tiver uma pós-graduação, vou encontrar o emprego ideal”; “Quando estiver rico, serei feliz”; “Quando me aposentar, vou aproveitar a vida”; etc.

O dilema do “quando/então” pode ser combatido com o uso do “se”. “Se não tiver o dinheiro que preciso, vou dar um jeito de conquistá-lo”; “Se minha esposa não é como eu gostaria que fosse, posso arrumar outra, posso pedir um tempo, posso experimentar a vida de solteiro, posso aprender a gostar dela assim mesmo, posso tentar modificá-la, posso esperar menos dela, posso aumentar a importância de outros aspectos em minha vida para compensar a frustração, posso prestar mais atenção às características positivas dela, posso me questionar se sou o marido que ela queria ter, posso discutir essa questão com ela, etc.”. Há pelo menos dez saídas para qualquer situação. Reclamar com o intuito de se fazer de vítima e não agir é uma opção válida enquanto não se está preparado para lidar com os problemas, mas não é uma ação ética em relação ao conceito de potência de Nietzche (veja artigo “O mapa da imunidade e o pensamento de Nietzche).  Reclamar e se vitimizar não pode ser uma opção perante as metas específicas traçadas no processo de  coaching.

As vítimas que conheci viviam no mundo sedutor das desculpas, da protelação e das justificativas. Normalmente, a vítima tem a sensação de que tudo o que lhe acontece veio de repente: “De repente, eu fui demitido”; “De repente, eu estava pesando mais de 100 quilos”; “De repente, o dinheiro acabou”; “De repente ,eu me vi isolado”; “De repente, o ano se foi e eu não tinha feito nada”. Retirei as frases deste artigo das anotações que fiz de meus clientes, quando se encontravam em momentos os quais não se viam na condição de produtores de seu destino. Normalmente, a vítima está tão acostumada com a comodidade da queixa que não percebe seu papel na criação das situações em que se encontra. Geralmente, a vítima não  percebe que para fracassar é preciso muito esforço, empenho e dedicação. O trabalho para o fracasso, que muitas vezes é inconsciente, precisa ser árduo: é preciso deixar de fazer muita coisa. O fracasso exige que se gaste muita energia com ressentimento, falando mal dos outros e se vitimizando.

A percepção de que somos responsáveis pela condição em que nos encontramos e até pelo que não conquistamos pode ser produtiva e gerar uma reação no sentido de correr atrás do que se deseja ou pode gerar uma culpabilidade insuportável. Um bom coach precisa ser sensível o bastante para perceber em que momentos a tensão gerada por novas perspectivas pode potencializar os objetivos do cliente e em que momentos essa percepção pode enfraquecê-lo. Conte com o meu processo de coaching para  embarcar na aventura do autoconhecimento e da realização de suas metas.

TT Host
suporte@tthost.com.br